Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Páscoa, muito mais do que chocolates

Páscoa, Pessach em hebraico é uma festa israelita, apresentada no livro de Êxodo como a festa dos pães ázimos (sem fermento). A festa da páscoa, na antiguidade, consistia em um banquete onde um cordeiro, de um ano, era comido junto com os pães ázimos e ervas amargas. As pessoas comiam em pé e estavam sempre prontas para viagens. Utilizavam o sangue desse cordeiro para passar nas portas das casas dos judeus, de forma que o anjo da morte passasse direto e os seus primogênitos não sofressem com a morte. Essa festa nasceu durante a fuga dos judeus do Egito, onde eram mantidos como escravos. A primeira festa da Páscoa simbolizava a libertação de um povo mediante a ação de Deus. Os pães sem fermento e o fato de comerem em pé, demonstrava a pressa para a saída do Egito. O sangue nos umbrais indicava o acordo de Deus com Moisés de não matar nenhum primogênito judeu. Este foi o último sinal que Deus deu ao Faraó através de Moisés para que seu povo, o povo escolhido, fosse liberto da escravidã…